Relatório & Contas 2012

Uma Rede em Evolução

Exploração

da RNT

Qualidade do Serviço

O ano de 2012 ficará como um marco histórico da qualidade de serviço prestada pela REN, pois, pela primeira vez no historial da empresa, não há qualquer registo de interrupções de serviço superiores a três minutos, culminando assim a tendência verificada em anos anteriores de uma progressiva e sustentada melhoria do desempenho da Rede Nacional de Transporte (RNT).

Por tal facto, o Tempo de Interrupção Equivalente (TIE), indicador de desempenho global usualmente utilizado pelas utilities elétricas, bem como os restantes indicadores gerais de continuidade de serviço (ENF, SAIFI, SAIDI e SARI) estabelecidos no Regulamento de Qualidade de Serviço, registaram os melhores valores de sempre.

Evolução Do Tempo De Interripção Equivalente – tie

Download Gráfico

No âmbito da qualidade da onda de tensão, em termos gerais, os valores médios das perturbações são relativamente baixos, sendo cumpridos os limites (indicativos) regulamentares.

O nível global da qualidade da energia elétrica depende do número de incidentes registados, ou com impacto, na rede de transporte. em 2012, o número de incidentes e interrupções registou também um novo mínimo histórico no que respeita a incidentes e perturbações, tendo ocorrido 184 incidentes (menos 33% que em 2011), dos quais 154 tiveram origem na Rede de Muito Alta tensão (MAT), 14 na Rede de Alta tensão (AT) e 16 em outras redes mas com impacto nas redes.

Apenas quatro incidentes (2,2% do total) provocaram interrupções no abastecimento de energia elétrica aos clientes, tendo causado cinco interrupções de curta duração (entre um segundo e três minutos) de consumo nos pontos de entrega.

Evolução Do Número De Incidentes

Download Gráfico

Outro modo de evidenciar o desempenho da rede de transporte é através do indicador designado por “Vulnerabilidade”, que traduz a capacidade da rede de transporte de não cortar o abastecimento de energia elétrica aos consumidores na sequência de incidente, qualquer que seja a sua origem (inclui também os incidentes de causa fortuita ou força maior). Este indicador é um rácio entre o número de interrupções de abastecimento e o número de incidentes.

Em 2012, esse rácio foi de 0,0272, correspondendo na totalidade das interrupções curtas.

Este indicador registou, em 2012, o melhor valor de sempre.

Evolução Da Vulnerabilidade Da Rede De Transporte

Download Gráfico

Comportamento das redes

Os principais congestionamentos que ocorreram na RNT em 2012 estiveram associados à segurança no abastecimento dos consumos no grande Porto, tendo os mesmos resultado da combinação de um ano hidrológico muito seco com decisões de âmbito comercial dos produtores. Os congestionamentos ocorreram no final de fevereiro e início de março e foram ultrapassados com a mobilização de geração por restrições técnicas.

Adicionalmente ocorreram congestionamentos importantes associados a indisponibilidades de elementos de rede, tendo os mesmos sido solucionados através da criação de restrições de geração ou de alterações topológicas introduzidas na rede pelo operador de sistema.

No ano de 2012, o consumo nacional de eletricidade manteve a tendência de decréscimo que já havia registado em 2011, provocando excesso de energia reativa na RNT e consequentemente dificuldades no controlo das tensões. As dificuldades referidas foram ultrapassadas através de medidas de recurso programadas pela operação do sistema.

Finalmente refira-se que durante 2012 voltaram a registar-se novos máximos de produção eólica, tanto em termos de energia como de ponta, tendo uma vez mais o sistema elétrico nacional conseguido albergar a totalidade dessa produção sem ter tido a necessidade de estabelecer reduções.

Disponibilidade

A Taxa Combinada de Disponibilidade, indicador regulatório introduzido pela ERSE em 2009, atingiu em 2012 um novo máximo histórico, com o valor de 98,49%. Esta variável é afetada, sobretudo, pelos trabalhos de longa duração, nomeadamente os relativos a aumentos de capacidade das linhas de transporte de eletricidade e remodelações de equipamentos em subestações. A figura seguinte apresenta a evolução anual deste indicador desde que se iniciou o seu cálculo, em 2008. Ao revelar uma progressiva melhoria, torna evidente a evolução verificada ao nível da coordenação e programação das indisponibilidades da rede ao longo do período em causa. Em 2012 verificou-se uma redução do número de trabalhos de longa duração face a anos anteriores, nomeadamente no que respeita a trabalhos de aumento da capacidade de transporte em linhas.

Taxa Combinada De Disponibilidade

Download Gráfico

Desempenho dos ativos da rede de transportes

Em 2012, as linhas da RNT tiveram um desempenho global muito bom, tendo o número de defeitos por 100 quilómetros de circuito registado um novo mínimo histórico (1,75).

O gráfico da figura seguinte ilustra o desempenho das linhas nos últimos cinco anos, no que respeita ao número de defeitos por 100 quilómetros de circuito.

Evolução Do Número De Defeitos Com Origem em Linhas Da RNT por 100 KM De Circuito

Download Gráfico

Esta evolução positiva deve-se, em parte, a um menor número de descargas atmosféricas com impacto na RNT, mas também às medidas preventivas implementadas nos últimos anos pela empresa, tendentes a reduzir a agressividade de cariz ambiental a que as mesmas estão sujeitas.

A taxa global de disponibilidade dos circuitos de linha, incluindo os painéis terminais, foi de 98,58%, valor superior ao verificado no ano anterior (+0,58%).

De uma forma geral, as subestações registaram um comportamento favorável no seu desempenho em serviço. A taxa global de disponibilidade de transformadores e autotransformadores (incluindo os respetivos painéis) situou-se nos 98,23%, valor semelhante ao verificado em 2011 (+0,01%). este indicador é afetado, sobretudo, por remodelações e substituições de equipamento AT e de transformadores.

No Relatório da Qualidade de Serviço, publicado anualmente pela REN, é disponibilizada informação com maior profundidade técnica.

02. Perfil

04. Abordagem de Sustentabilidade

Print | Centro de downloads
‹ Anterior Seguinte ›